maio 18, 2024

A CPTM vai usar a litorina no Expresso Turístico, além disso, o serviço será ampliado com mais dois carros de passageiros, sendo que um deles já está operacional e o outro deve entrar em operação até dezembro deste ano.

A medida faz parte de um pacote de mudanças da companhia para o seu serviço de trem turístico, que conta com três destinos: Mogi das Cruzes, Jundiaí e o mais desejado, que é a Vila de Paranapiacaba. Todos os roteiros partem da Estação da Luz, no centro da capital paulista.

Litorina da CPTM na estação de Paranapiacaba (Foto: Renato Lobo/Via Trolebus)

Uma outra novidade é que o serviço de compra de passagens será feito totalmente online, por meio de um aplicativo ou do site, que será lançado neste mês de novembro facilitando a compra antecipada, que antes tinha que ser realizada presencialmente na Estação da Luz.

Uso da Litorina no Expresso Turístico

O veículo possui um design mais moderno, têm 44 lugares/assentos e conta com ar-condicionado e uma área exclusiva para reuniões. O espaço é denominado como a “classe luxo” da linha. Além disso, o carro também tem a possibilidade de prestar um serviço de bordo, visto que dispõe de uma pequena cozinha nos fundos do veículo.

Aos passageiros que optarem por este serviço, a companhia reforça que o valor dos tickets será diferente dos demais, visto as funções prestadas.

Como parte do plano de ampliação dos serviços, a CPTM destaca a possível inauguração do vagão restaurante em 2023. O veículo irá proporcionar aos turistas uma viagem ainda mais agradável. “A nossa proposta é oferecer aos passageiros experiências únicas e é por isso que criamos uma unidade de negócios dedicada ao Expresso Turístico”, explica Natalia Melo, Gerente de Novos Negócios da CPTM.

“A visão comercial trará atividades diferenciadas nas viagens, aliando ao serviço várias oportunidades para empresas e marcas. Nossa equipe viajou para alguns lugares no Brasil para conhecer benchmarks e captar novos vagões e estamos animados para fazer, ainda mais, parte da programação cultural e turística das cidades”, completa.

Ruan Filipe

Estudante, fã de games e de astronomia. Sou auxiliar de redação do Rede Noticiando e aqui trarei assuntos sobre mobilidade e tecnologia.

Related Posts

  1. Clayton says:

    colocar essa litorina junto com o Expresso Turístico, ao meu ver fica muito feio, esteticamente falando, os carros de passageiros poderiam ser todos do mesmo modelo por fora, ou seja, o mesmo tipo de carro, com as mesmas janelas.

  2. Os trens turísticos já deveriam ter vagão restaurante a muito tempo. E os trens urbanos deveriam ter máquinas de venda de água e pequenos alimentos. A CIA, poderia buscar inspiração nos trens da Europa.

    • Rodrigo Anderson says:

      Nos trens urbanos já existe a venda de água e pequenos alimentos, entretanto não é regulamentado, pois os ambulantes desempenham esse trabalho em São Paulo e Grande São Paulo a décadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *