A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) decidiu rescindir unilateralmente o contrato de construção do monotrilho da Linha 17-Ouro. O Governo do Estado informou que a obra vinha sendo conduzida em ritmo lento pelo consórcio comandado pela empreiteira Andrade Gutiérrez.

Segundo o governo, por várias houve a tentativa de acelerar o ritmo da obra, para que ela fosse entregue em 2020, mas disse que uma empresa que fabrica trens, a Scomi, declarou falência. Desta forma, ficou inviável concluir o projeto.

Uma nova licitação deve ser feita para a continuidade dos trabalhos. A Linha 17-Ouro deve ligar o Aeroporto de Congonhas até a estação Morumbi da Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

A promessa era entregar essa nova linha de monotrilho ainda na Copa do Mundo que ocorreu no Brasil em 2014, entretanto, até hoje nenhuma estação ficou pronta.

Quando a linha ficar pronta, ela será administrada e operada pelo consórcio ViaMobilidade.

Em nota ao Rede Noticiando o Metrô de São Paulo deu a seguinte declaração:

”O Metrô abriu ontem processo para rescisão do contrato com o Consórcio CMI – responsável pela implantação da Linha 17 – Ouro. Nos últimos 2 anos foram feitas várias tratativas para a retomada das obras do monotrilho. Já foram abertos mais de 17 processos administrativos pelo atraso das obras, entre vários problemas. O consórcio tem 5 dias para apresentar defesa prévia.

O consórcio CMI, formado pelas empresas Andrade Gutierrez, CR Almeida e Scomi, é responsável pelo projeto e implantação das vias, fornecimento de trens e sistema de sinalização do monotrilho da Linha 17-Ouro. As obras de oito estações e do pátio de manobras de trens não fazem parte do contrato objeto de rescisão e continuam em andamento”.

Precisando fazer a recarga do seu Cartão de Transporte?

Você está precisando fazer a recarga do seu Cartão de Transporte? Baixe agora o aplicativo RecargaPay, disponível para os sistemas operacionais iOS e AndroidSem cobrança de taxas, simples e rápido!

Em poucos segundos, você faz a recarga:

  1. Insira os dados do seu cartão, escolha o tipo de recarga que deseja fazer e o valor.
  2. Selecione a melhor opção para pagar sua recarga.
  3. Pra finalizar basta aguardar a confirmação do pagamento.

Depois, você só precisa fazer a liberação dos créditos aproximando o seu cartão de um validador em qualquer máquina de recarga e consulta de saldo de Cartão de Transporte, que ficam nas estações do Metrô, da CPTM e nos terminais de ônibus.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Dayane Priscila

Estudante de Desenvolvimento de Sistemas. Mini bibliotecária (Tributo, Semi-deusa, selecionada). Fotógrafa aspirante e amante de astronomia.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.