O valor da tarifa dos ônibus em Campinas aumentou neste domingo, 7 de julho, e é a mais cara que em todas as capitais do Brasil. Pelo menos é o que diz um levantamento feito pela EPTV, com base em dados fornecidos pelas prefeituras.

O balanço considera os preços de transporte coletivo urbano praticado nas principais cidades de cada um dos 26 estados da União, além do Distrito Federal.

Entre todas as capitais, a tarifa de ônibus mais cara é em Belo Horizonte (MG) e Curitiba (PR), com preço de R$ 4,50. Ainda assim, o valor é R$ 0,45 mais barato do que em Campinas.

Reajuste da tarifa em Campinas

A Prefeitura anunciou o aumento de 5,31% em publicação no diário oficial no dia 1º de julho e as justificativas da administração municipal para a alta foram o aumento do preço do diesel, reajuste de salários dos trabalhadores e a necessidade de “reequilíbrios econômicos” no sistema de transporte público, já que a última alteração aconteceu em janeiro de 2018.

De acordo com o Executivo, o reajuste ficou abaixo do índice inflacionário do período, considerando que a inflação no intervalo de janeiro de 2018 a maio de 2019 foi de 6,05%.

Como ficou o valor das tarifas em seus respectivos cartões?

O valor da tarifa no Bilhete Único, utilizado por cerca de 92% dos passageiros,passou de R$ 4,30 para R$ 4,55. O reajuste representa 5,81%.

Já o passe estudante, que garante 60% de desconto, vai a R$ 1.82 e o passe universitário, com 50% de desconto, passa para R$ 2,28.

Para pagamento com QR Code e Vale Transporte, a tarifa passa de R$ 4,70 para R$ 4,95. O desconto de R$ 0,40 para usuários do Bilhete Único continua.

O chamado Linhão de Saúde/ Circular Centro (identificada pelo número 502) passa a ter tarifa de R$ 3,00 para o Bilhete Único Comum, de R$ 1,20 para o passe estudante e de R$ 1,50 para o passe universitário.

Precisando fazer a recarga do seu Cartão de Transporte?

Você está precisando fazer a recarga do seu Cartão de Transporte? Baixe agora o aplicativo RecargaPay, disponível para os sistemas operacionais iOS e AndroidSem cobrança de taxas, simples e rápido!

Em poucos segundos, você faz a recarga:

  1. Insira os dados do seu cartão, escolha o tipo de recarga que deseja fazer e o valor.
  2. Selecione a melhor opção para pagar sua recarga.
  3. Pra finalizar basta aguardar a confirmação do pagamento.

Depois, você só precisa fazer a liberação dos créditos aproximando o seu cartão de um validador em qualquer máquina de recarga e consulta de saldo de Cartão de Transporte, que ficam nas estações do Metrô, da CPTM e nos terminais de ônibus.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.