fevereiro 22, 2024

O Metrô de São Paulo venceu uma concorrência internacional para implantar o monotrilho na República Dominicana. Será a primeira linha de monotrilho no país, que fica na América Central.

Será a primeira vez que a companhia vai atuar na implantação de sistema de transporte no exterior.

“A expertise do Metrô na implantação e operação de sistema de monotrilho de alta capacidade e de seus técnicos, agregaram valor na nota técnica a mais alta na concorrência”, declarou Silvani Pereira, presidente da companhia.

O Metrô faz parte do consórcio Multinacional Monotel SDC, formado também pela Concremat Engenharia e Tecnologia (Brasil), Itrans (República Dominicana) e Grupo AM (Venezuela), que vão receber aproximadamente US$ 22,5 milhões para atuar na gestão e fiscalização da execução do projeto da obra, bem como os procedimentos para iniciar a operação do sistema pioneiro no país do Caribe.

O projeto envolve a implantação da primeira linha de monotrilho da América Central e Caribe, que vai ter 16 km de extensão e 16 estações entre Cienfuegos e Madre y Maestra, interligando os setores mais populosos de Santiago de Los Caballeros e regiões de concentração de trabalho

A obra foi iniciada em março de 2022 e, quando pronta, deve transportar 200 mil pessoas por dia, reduzindo o tempo de viagem e ampliando a acessibilidade no transporte público.

O presidente do Metrô deixou claro que não se trata de investimento no exterior, mas sim de “um contrato de prestação de serviços, e não de empréstimo ou investimento! Iremos trazer dinheiro da prestação de serviços para o Estado de São Paulo!”

Ruan Filipe

Estudante, fã de games e de astronomia. Sou auxiliar de redação do Rede Noticiando e aqui trarei assuntos sobre mobilidade e tecnologia.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *