Das 22 empresas que apresentaram proposta na licitação dos ônibus da cidade de São Paulo, cinco estão devendo para a Fazenda Nacional, em dívidas tributárias e previdenciárias. Algumas delas já prestam serviço na capital paulista, sendo criticadas pelos problemas nos ônibus e no transporte público.

A Viação Metrópole Paulista apresentou proposta em três categorias, sendo que duas são para operar grandes corredores.

A empresa foi criada um mês antes da republicação do edital, em novembro de 2018, mas já é bastante conhecida no sistema, por ser dos mesmos donos do Grupo VIP, responsável por linhas de transportes nas Zonas Sul e Leste de São Paulo atualmente.

No cadastro da Viação Metrópole Paulista na Junta Comercial, é possível obter maiores informações sobre a empresa, que fica com sede na Avenida Ragueb Chohfi, na Zona Leste de São Paulo. Mas, no local, funciona uma garagem da VIP (Viação Itaim Paulista), que é uma das empresas que já operam linhas municipais de ônibus.

Segundo passageiros, os veículos da empresa quebram com frequência e, em alguns lugares, não há banco ou os bancos estão quebrados.

O Grupo VIP possui 7 garagens, sendo 4 na Zona Leste, 2 na Zona Sul e uma no Centro, além de contar com uma frota de mais de 1200 veículos entre padrons, articulados, super-articulados e bi-articulados.

Um funcionário do grupo VIP que pediu para não ser identificado, disse a reportagem da TV Globo, que os veículos apresentam problemas, como tacógrafo quebrado, não informando corretamente a velocidade, freio desregulado, entre outros.

A reportagem apurou que três donos da Viação Metrópole Paulista são sócios do Grupo VIP, sendo que um dele, é o Carlos de Abreu, empresário bastante conhecido do setor de transporte. Carlos disse que a mudança de nome para participar da licitação foi uma orientação dos advogados e que não há irregularidade.

A Secretaria de Mobilidade e Transportes da cidade de São Paulo informou que leva em consideração todas as informações para verificar a viabilidade de participação das empresas no certame e, que ainda irá avaliar as propostas oferecidas.

A Norte Buss chegou a ser citada pela reportagem como uma das empresas devedoras do Fisco, entretanto, em nota a empresa disse foi incluída indevidamente na lista e que está atuando para reverter a situação.

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram.

Assine o nosso canal Rede Noticiando no YouTube.

Dayane Priscila

Estudante de Desenvolvimento de Sistemas. Mini bibliotecária (Tributo, Semi-deusa, selecionada). Fotógrafa aspirante e amante de astronomia.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.