setembro 20, 2020

A cidade de São Paulo poderá enfrentar uma greve dos ônibus no dia 22 de setembro. Motoristas e cobradores e demais funcionários ligados ao sistema de transporte na capital decidiram após reunião que aconteceu na tarde da última quinta-feira, 10 de setembro, os próximos passos da campanha salarial que pode resultar em uma paralisação da categoria.

A reinvindicação dos trabalhores é o reajuste salarial e em tíquetes, pagamento de benefícios como auxílio funeral e a definição dos valores da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

O Sindomotoristas, que representa os profissionais ligados aos ônibus em São Paulo, explicou que apesar de neste ano as empresas de ônibus se queixarem da queda do número de passageiros, a PLR reivindicada engloba um período cuja maior parte é anterior à pandemia, entre maio de 2019 e abril deste ano.

Ainda de acordo com a entidade, a pandemia do novo coronavírus começou a afetar a demanda de passageiros a partir do final de março, período em que o governador João Doria decretou quarentena em todo o Estado de São Paulo.

As negociações entre as empresas e o sindicato seguem, portanto, as datas e previões podem ser alteradas de acordo com o avanço nas tratativas.

*Com informações do site Diário do Transporte

Siga o Rede Noticiando

Quer saber mais notícias sobre o transporte público?

Curta a nossa página no Facebook.

Siga o @RedeNoticiando no Twitter.

Siga o nosso perfil @redenoticiando no Instagram

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.