O Metrô de São Paulo disponibilizou um ranking das principais reclamações dos usuários em 2020. A reclamação campeã é a presença de ambulantes nos trens e estações.

Segundo o relatório do Metrô, foram ao todo 3588 reclamações realizadas por meio do Fale Conosco, e nas redes sociais. Atrasos, roubo-furto estão na sequência das principais queixas. Veja abaixo:

  1. Ambulante (ação de presença)
  2. Anormalidades/atrasos
  3. Roubo-furto (ação de presença)
  4. Pedinte (ação de presença)
  5. Ar condicionado
  6. Atendimento do empregado no bloqueio
  7. Acessos fechados das estações
  8. Postura do empregado de segurança
  9. Postura do empregado de bloqueio
  10. Manutenção do elevador

O número de ambulantes nos trens e estações já era alto antes da pandemia da Covid-19, e após o mundo ser afetado por ela, diversos trabalhadores perderam seus empregos e tiveram que arrumar algum jeito para levar o sustento aos seus familiares.

O número de pedintes também aumentou exponencialmente, e quem usa o metrô sabe disso. É comum entre 9h e 16h vermos pessoas com crianças pedindo ajuda no sistema metroviário. Recentemente à Policia Civil descobriu que crianças eram dopadas e usadas para a arrecadação de verba., inclusive com rodízio dos menores.

No sistema metroviário é proibido o comércio ambulante, e quando denunciados, os agentes de segurança são acionados para coibir à infração. Em muitos casos, essas ações terminam em confronto.

A postura dos empregados do Metrô também estão no top 10 das principais queixas de 2020, algo que a companhia deve avaliar e melhorar o atendimento à população.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

  1. Engraçado. O mesmo usuário que reclama de ambulantes é o que compra produtos e dá esmolas. Puro mimimi

    • Como assim o mesmo usuário? Kkkkk, antes da pandemia somente o Metrõ transportava 4,5 milhões de pessoas por dia, é todo mundo igual agora?

      • Apenas uma pequena minoria é que compra os produtos dentro dos trens, além disso a fala é o principal meio de espalhar o Corona Vírus mesmo de máscara, muitos deles não falam, gritam dentro dos vagões e às vezes até sem máscara, um absurdo total.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.