A pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), transformou 2020 no pior ano para o setor de turismo internacional, de acordo com a OMT – Organização Mundial do Turismo.

No entanto, com o avanço da vacinação em grande parte do mundo, surgem sinais de retomada, além de uma luz no fim do túnel para o setor de turismo internacional.

Inclusive, vale destacar que diversos países que estavam inacessíveis para brasileiros até pouco tempo atrás, começaram a reabrir as suas fronteiras – claro, com certas restrições e condições.

Sendo assim, levando em conta este contexto de retomada gradual do turismo internacional, nós separamos no artigo de hoje alguns aspectos que você deve considerar ao planejar uma viagem agora. Veja!

Como planejar uma viagem pensando no turismo internacional

1. Destino

Como dissemos mais acima, diversos países que estavam vetando brasileiros começaram a reabrir as suas fronteiras.

Entretanto, ainda há muitos destinos que não estão totalmente liberados para brasileiros.

Por isso, ao planejar a sua viagem agora, é essencial verificar se o destino que você quer ir está permitindo a entrada de brasileiros.

E verifique também quais são os requisitos de entrada, por exemplo, se é necessário ficar um período de quarentena no destino, se é preciso apresentar o exame PCR-RT, etc.

Além disso, ao fazer pesquisas por destinos, é de suma importância avaliar como está a situação da Covid-19 no local que você deseja ir.

Veja se a população já foi vacinada, se o número de casos está baixo e se há medidas de combate e segurança em relação ao vírus – não vá para um lugar que seja arriscado.

2. Vacina

Muitos países que estão reabrindo as suas fronteiras, estão adotando certos cuidados e exigências para o turismo, sendo a vacinação uma delas.

Portanto, se você quer viajar para outro país, você precisa tomar a vacina contra a Covid-19.

No entanto, não tome a vacina apenas por causa das viagens, mas sim porque ela é a melhor maneira de se proteger do vírus.

E claro, quando for viajar, você precisará levar um documento comprovando que foi imunizado, então não esqueça de pegá-lo no dia da viagem.

3. Seguro viagem

Antes mesmo da pandemia, o seguro viagem já era um item de suma importância para quem fazia turismo internacional, e agora, então, ele é indispensável – inclusive, obrigatório em alguns destinos.

Portanto, ao planejar a sua viagem para o exterior, não deixe de avaliar as opções de seguros disponíveis e de contratar um para a sua viagem.

E ao fazer essas avaliações, veja quais coberturas são oferecidas, se há algo relacionado à Covid-19 e claro, quais são os preços ofertados.

4. Câmbio

Ao viajar para outro país, é necessário obter uma certa quantia da moeda estrangeira – euro, dólar, libra, entre outras.

E como o câmbio varia, você pode aproveitá-lo para fazer bons negócios.

Como? Em vez de você trocar todo o seu dinheiro de uma só vez pela moeda local, faça isso gradualmente.

Isso porque, assim você terá mais chances de pagar um preço médio melhor pela moeda.

Então, enquanto a sua viagem não chega, vá acompanhando o câmbio e trocando os seus reais, aos poucos, pela moeda estrangeira, por exemplo, em uma casa de câmbio ou em seu banco.

Além disso, para evitar problemas e perrengues, leve também um cartão, seja o de débito, o pré-pago internacional ou o de crédito – só tenha cuidado para não exagerar no uso deste último, pois o IOF (Imposto sobre operações financeiras), acaba “pesando” para o bolso.

5. Passagens e hospedagem com políticas flexíveis

Como a situação da pandemia ainda não está 100% resolvida, ao comprar as passagens e reservar a hospedagem para a sua viagem, opte por empresas que ofereçam políticas flexíveis como de cancelamento grátis, reembolso e remarcação.

Isso porque, em caso de um imprevisto, de novas restrições ou de problemas causados pela Covid-19, você não ficará no prejuízo e não perderá a sua tão sonhada viagem.

6. Bagagem

Arrumar as malas, geralmente não tem muito segredo. 

Porém, agora, além de separar camisetas, calças, calçados, acessórios, produtos de higiene e um kit de medicamentos, é necessário também levar algumas máscaras e alguns frascos de álcool em gel.

Isso porque, mesmo com a pandemia um pouco mais controlada, esses dois itens ainda farão parte do nosso dia a dia, inclusive, no exterior.

7. Orçamento

O turismo internacional, ainda mais com o real não muito valorizado, costuma ter um custo significativo.

Por isso, é essencial que você se organize financeiramente, de modo a estabelecer um orçamento adequado e realista para a sua viagem.

Então, durante o planejamento, pesquise bastante, veja todos os custos envolvidos na viagem e utilize uma planilha ou um aplicativo para se organizar.

Assim, você terá uma noção mais clara e realista do orçamento necessário para a sua viagem internacional!

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.