dezembro 5, 2020

Os trens da série 3000 da CPTM podem estar com os dias contados na operação da companhia. Atualmente essas composições, ou parte delas, circulam na Linha 10-Turquesa entre as estações Brás e Rio Grande da Serra.

Em julho do ano passado, durante um encontro com portais especializados em mobilidade urbana, entre os quais o Rede Noticiando participou, o presidente da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Pedro Moro, disse que os trens da série 3000 iriam começar a ir para a revisão geral em dezembro daquele ano (2019).

Essa série pode estar com os dias contados na CPTM, já que em resposta a um seguidor em uma rede social levantada pelo portal Via Trolebus, Pedro Moro, que presidente a Companhia disse “que a série 3000 está em estudo para não mais fazer parte da frota operacional da CPTM”.

Breve histórico da série 3000

Ao todo são 5 trens de oito carros, mas apenas duas unidades são vistas operando de forma efetiva.

Os trens foram construídos na Alemanha (com peças importadas do Japão) e montados na fábrica da Siemens de Maribor, Eslovênia, sendo a primeira unidade entregue em 10 de novembro de 2000.

Fabricados pela Siemens/SGP/Mitsui os trens entraram em serviço no ano de 2001 e já prestaram serviços nas linhas 7-Rubi, 8-Diamante e 9-Esmeralda da CPTM.

Esse trem é famoso pelo som quando ele parte da estação, semelhante a um violino.

Raramente são vistos dois trens em operação na Linha 10, enquanto os demais seguem encostados no pátio ao lado da estação da Luz.

A baixa desses trens representa o quão problemático deve ser para recuperar as demais unidades, haja visto que mais que a metade dela encontra-se parada e sem uso pela CPTM.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.