O Sindicato dos Motoristas e Cobradores de ônibus de São Paulo (Sindmotoristas) foi alvo de uma operação da polícia civil na última quinta-feira, 3 de dezembro. A operação tinha como objetivo desmantelar um esquema de corrupção no sindicato.

A suspeita é que diretores do sindicato recebiam propina de empresas de ônibus para não atuarem na defesa dos trabalhadores.

A polícia cumpriu 31 mandados de busca e apreensão em seis cidades: São Paulo, Guarulhos, Taboão da Serra, Atibaia, Praia Grande e Bertioga. Dinheiro, relógios, documentos, computadores e vários veículos foram apreendidos nos endereços dos investigados.

O principal alvo da operação foi Francisco Xavier da Silva Filho, o “Chiquinho”, secretário geral do Sindmotoristas. Segundo a polícia, é ele quem comanda a corrupção dentro do sindicato. O presidente, Valmir Santana da Paz, o “Sorriso”, e outros 14 diretores também são acusados de receber a propina.

A investigação começou no início do ano, depois que a polícia encontrou mais de R$ 94 mil em dinheiro dentro do carro de Chiquinho em uma abordagem de rotina. O montante foi apreendido, assim como o celular dele. No aparelho, a polícia disse que encontrou diversas provas do esquema – inclusive uma planilha com os pagamentos que eram feitos à diretoria.

De acordo com o delegado responsável, Fernando Santiago, os sindicalistas movimentavam cerca de R$ 1,2 milhão por mês. Grande parte deste valor seria pago por empresas de ônibus.

“O que julgamos mais grave é eles recebiam de alguns empresários uma espécie de propina mensal para que eles deixassem de atuar na defesa dos sindicalizados”, disse o delegado.

Ninguém foi preso na operação desta quinta. Tanto o secretário-geral, “Chiquinho”, como os outros diretores, continuam na condição de investigados.

O Sindmotoristas publicou uma nota sobre o ocorrido:

“A assessoria de imprensa do Sindmotoristas esclarece que a entidade respeita e se coloca à disposição das autoridades para quaisquer atos que se fizerem necessários ao processo. Informa ainda, que sua diretoria, juntamente com o departamento jurídico, estará apurando minuciosamente o caso, e tomará as devidas medidas cabíveis conforme prevê os dispositivos do estatuto da entidade.

Esclarece também que, ao contrário do que foi propagado, o Sindmotoristas é um dos sindicatos mais atuantes e comprometidos com a classe trabalhadora do país. E no que tange a transparência, a entidade tem todas as suas contas aprovadas de modo unânime e em assembleia por toda a categoria, eventos que contam com ampla divulgação e cobertura da imprensa”.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Paulistano, empreendedor e pai. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana, transporte público e cinema. É o criador do site Rede Noticiando. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@noticiando.net
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.