O roupão tornou-se um dos itens indispensáveis aos adeptos de praticidade e conforto no dia a dia. A peça pode ser usada após o banho, enquanto se escolhe uma roupa para um evento, para aquecer o corpo em dias frios ou ainda ao chegar da academia.

Com diferentes tipos de funcionalidade, o roupão é geralmente um item que acaba tendo maior contato com a umidade. Essa proximidade pode possibilitar a proliferação de fungos e bactérias, contribuir para a presença de odores desagradáveis e ainda desbotar sua coloração original.

Inúmeros fatores podem prejudicar a vida útil da peça, por esse motivo, alguns cuidados são necessários para fazer o roupão permanecer em perfeito estado por mais tempo.

Principais cuidados para um roupão durar mais

Caracterizado por ser confeccionado com tecidos altamente absorventes, os roupões podem ser usados por homens, mulheres e crianças, e desempenham não somente a função de toalha, como também a de um item do vestuário. 

Para que a peça possa de fato oferecer conforto, vale dar atenção aos roupões, seja na hora de lavar, de secar ou mesmo de guardar.

Como lavar

Por serem peças de uso contínuo, o tempo entre uma lavagem e outra do roupão não deve ser longo. Assim como em outras peças de roupa, é importante ter atenção nas informações fornecidas na etiqueta de cada roupão. Nela são fornecidas todas as instruções que irão ajudar a prolongar a maciez do tecido. 

É importante organizar as peças por cor para que não ocorra possíveis manchas na hora da lavagem. Da mesma forma, deve ser feita uma separação por tipo de tecido. Roupões de seda ou felpudos, por serem mais delicados, podem ser danificados ao entrar em contato e atrito com outros materiais durante o processo de higienização. 

Recomenda-se ainda o uso de sabão neutro e também a seleção de uma lavagem mais suave na máquina de lavar, para não danificar a peça durante o processo. Além disso, é indicado não deixar o roupão de molho, para evitar mofo.

Como secar

Quanto à secagem dos roupões, alguns cuidados também são importantes. Indica-se deixar a peça secar na sombra, sem realizar a torção para retirar o excesso de água. Essa ação pode danificar a propriedade de tecidos mais delicados. 

Além disso, a peça deve ser estendida o mais aberta possível e em um local com boa ventilação. Para quem possui máquina com função de secagem, é indicado não usá-la em roupões, uma vez que o processo pode afetar a maciez do tecido.  

Como guardar

Muitos acreditam que roupas de cama e de banho não devem ser passadas antes de serem guardadas no armário, porém isso nem sempre é verdade. O processo pode sim ser realizado em roupões, entretanto, não é recomendado o uso de ferro a vapor para que não haja possibilidade de levar umidade para a peça.

Por outro lado, alguns tecidos não devem ser passados, por esse motivo, deve-se manter atenção às informações da etiqueta de cada roupão.

Ao guardar as peças, a umidade do cômodo e do móvel também deve ser levada em consideração. É importante armazenar as peças em locais arejados, sem contato com alvenaria e se possível, evitar o banheiro. Se os roupões forem guardados em cômodas, podem ser posicionados em rolinhos um ao lado do outro. Já em armários podem ser dobrados e empilhados. 

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.