janeiro 23, 2021

A Prefeitura de São Paulo, por meio da SPTrans, firmou termo de cooperação técnica com o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) com o objetivo de analisar a qualidade do ar, além da possível presença de microrganismos que podem ser prejudiciais à saúde no interior dos ônibus da frota municipal da capital paulista. O documento foi publicado no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, no dia 6 de janeiro de 2021.

De acordo com o projeto, o IPT irá realizar uma avaliação microbiológica, de parâmetros físicos e químicos relacionados à qualidade do ar dentro dos ônibus municipais que possuem equipamento de ar condicionado. Após a realização das análises, o órgão emitirá um relatório técnico apontando os resultados à SPTrans, que deverá orientar as empresas prestadoras de serviço a adotarem novos procedimentos para a circulação e renovação do ar, caso seja constatada a necessidade.

O objetivo da SPTrans é verificar a necessidade de aprimorar novos protocolos de limpeza, incluindo o sistema de ar-condicionado, para reduzir os riscos de contaminações de passageiros, motoristas e cobradores. O prazo para a realização dos testes é de seis meses contados a partir de dezembro de 2020, podendo ser prorrogado de comum acordo, caso seja identificada a necessidade de realização de mais testes.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.