As obras do futuro estacionamento de trens Rapadura, da expansão da linha 2-Verde do Metrô, foram paralisadas por determinação do Tribunal de Justiça de São Paulo.

O Juiz José Eduardo Cordeiro Rocha, atendeu ao pedido do Ministério Público em 17 de dezembro. O motivo da paralisação é a retirada de pouco mais de 300 árvores.

Local onde as árvores serão derrubadas para canteiro de obras do Metrô

Segundo o MP, o Metrô pediu o adiamento de uma tentativa de acordo extrajudicial, o que levou o promotor Geraldo Rangel de França Neto, que atua na área de proteção ao Meio Ambiente, a levar o caso à Justiça.

Na mesma decisão sobre o Complexo Rapadura, o juiz determinou um encontro para tentar um acordo entre o MP e o Metrô para 4 de fevereiro.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Paulistano, empreendedor e pai. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana, transporte público e cinema. É o criador do site Rede Noticiando. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@noticiando.net
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.