O Metrô de São Paulo selecionou o consórcio que fará as obras de construção das estações Boa Esperança e Jacú Pêssego da Linha 15-Prata do monotrilho. O vencedor foi o Expresso Boa Esperança, formado pelas empresas Queiroz Galvão e MPO Soluções que venceu a concorrência com a proposta no valor de R$ 460.993.711,56.

O projeto vai acrescentar as estações Boa Esperança e Jacú Pêssego, além do Pátio de Manutenção Ragueb Chohfi, em mais cerca de 3 km de extensão.

O Consórcio deverá elaborar o projeto executivo e construir as duas estações com os sistemas necessários – elétricos, elevadores, escadas rolantes -, além do pátio para o estacionamento e manutenção dos trens. A meta é concluir as obras das estações 2024.

O Metrô já realiza outras obras na Linha 15, como a construção da estação Jardim Colonial, que será aberta ainda este ano, acrescentando 1,8 km de extensão. Também há trabalhos para a construção da extensão Oeste, ao lado da Vila Prudente, que vai agilizar a manobra dos trens, possibilitando a redução dos intervalos de circulação.

Atualmente a Linha 15-Prata funciona de Vila Prudente a São Mateus com 12,8 km de extensão e 10 estações, possibilitando a redução do tempo de viagem do extremo leste ao centro em 50%..

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Ruan

Sou estudante, auxilar de redação e criador de conteúdo do Rede Noticiando. Games e música estão entre meus temas favoritos.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.