O Metrô de São Paulo vai retomar a licitação para a instalação de portas de plataformas nas linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha.

O contrato com o consórcio Kobra será anulado, conforme publicado no Diário Oficial desta terça-feira, 5 de janeiro de 2021. A medida ocorre após julgamento de uma ação popular que contesta o contrato assinado entre a estatal e o consórcio.

O Metrô tentou por várias vezes contestar a suspensão do projeto, estabelecida por meio de liminar, enquanto não ocorria. Na época, a companhia alegou que o contrato já estava em execução e que haveria prejuízos à população por conta do atraso na instalação dos equipamentos, cujos componentes já estariam em fabricação.

Os argumentos não foram suficientes e com isso, a Justiça – que não se convenceu – manteve o impedimento até dezembro, quando houve a decisão contrária ao Metrô.

Ao todo são 88 fachadas de portas de plataforma espalhadas em 36 estações das linhas 1-Azul, 2-Verde, e 3-Vermelha. A meta era que os equipamentos estivesses instalados e funcionando até 2022.

Os recursos para o projeto vieram de sobras de financiamento das obras da linha 5-Lilás, algo em torno de R$ 360 milhões.

Desta forma, teremos mais um atraso em alguma iniciativa do Metrô.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Paulistano, empreendedor e pai. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana, transporte público e cinema. É o criador do site Rede Noticiando. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@noticiando.net
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.