O Trem intercidades, que promete ligar Campinas à Capital Paulista, foi o tema principal na primeira reunião ordinária da Comissão para Assuntos da Região Metropolitana de Campinas.

Além do TIC, o projeto engloba a concessão da Linha 7-Rubi (Brás – Francisco Morato – Jundiaí). operado pela CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, e o Trem Intermetropolitano, que deve operar entre Francisco Morato e Campinas.

O projeto, cuja consulta pública deveria ter acontecido no final de 2020, continua sofrendo atrasos. Entre as pendências está a renovação do contrato entre a União e a MRS Logística. A renovação estava inicialmente prevista para 2020, no entanto, sofreu atrasos e deve receber o aval do Tribunal de Contas da União (TCU) até o terceiro semestre de 2021.

Porém, segundo reportagem do jornal Correio, o projeto só deve sair em 2022.

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) informou que está finalizando o relatório para a renovação da outorga. Existe a expectativa que a diretoria da ANTT aprove o projeto ainda neste mês de março. Após isso, o relatório será entregue para o ministério da Infraesturutra, que deve protocolar o documento até o início de abril. O documento deve ser aprovado até setembro.

Enquanto isso, o projeto segue apenas no papel.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.