O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou multa R$ 1 milhão por dia ao Sindicato dos Metroviários, caso haja nova paralisação da categoria, como ocorreu no dia 19 de maio de 2021.

A decisão é do juiz Fabio de Souza Pimenta, da 32ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo. A decisão foi tomada na quarta-feira, dia 19, porém só foi publicado no dia 20. Ela é válida até que o fórum competente analise a questão e dê eventuamente outra decisão contrária. Cabe recurso.

O juiz atendeu a uma ação movida pelo Metrô de São Paulo.

Nenhuma situação de desconformidade salarial é razoável para justificar paralisação que coloque a população em risco dessa espécie, ainda mais que eventuais dificuldades econômicas não são enfrentadas neste momento apenas pelos associados do sindicato requerido, mas por toda a população, de modo que a paralisação dos serviços metroviários por motivos salariais desrespeita o princípio constitucional da igualdade ao submeter a saúde e a vida de toda a população da maior cidade da América Latina sob risco apenas pelo intuito de reduzir dificuldades financeiras de uma específica classe profissional, enquanto toda essa mesma população também vem enfrentado dissabores expressivos nesse campo econômico sem mínimas perspectivas de melhora”. – diz trecho da decisão.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Paulistano, empreendedor e pai. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana, transporte público e cinema. É o criador do site Rede Noticiando. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@noticiando.net
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.