O Metrô de São Paulo pode enfrentar uma greve dos trabalhadores no dia 21 de janeiro de 2021.

Os metroviários aprovaram na quarta-feira, 13 de janeiro, indicativo de greve. O resultado aconteceu após assembleia virtual da categoria.

A categoria está em “estado de greve” desde o dia 17 de dezembro de 2020, quando foi anunciado por meio de coletiva de imprensa.

A categoria vem sofrendo com os diversos processos que visam reduzir drasticamente os direitos e as conquistas. Aproveitando da pandemia, a direção da empresa e o governo Doria tentam emplacar a redução dos direitos e o arrocho sobre a renda dos trabalhadores. Nada mais injusto com aqueles que conduzem e se arriscam no principal meio de transporte de SP”.“A categoria vem sofrendo com os diversos processos que visam reduzir drasticamente os direitos e as conquistas. Aproveitando da pandemia, a direção da empresa e o governo Doria tentam emplacar a redução dos direitos e o arrocho sobre a renda dos trabalhadores. Nada mais injusto com aqueles que conduzem e se arriscam no principal meio de transporte de SP”.

Caso venha se confirmar greve as linhas afetadas serão: 1-Azul (Jabaquara-Tucuruvi), 2-Verde (Vila Prudente-Vila Madalena), 3-Vermelha (Corinthians/Itaquera-Palmeiras/Barra Funda) e 15-Prata (Vila Prudente-São Mateus) .

Até o dia 27, novas assembleias e negociações com a Companhia do Metrô de São Paulo podem evitar a greve.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Paulistano, empreendedor e pai. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana, transporte público e cinema. É o criador do site Rede Noticiando. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@noticiando.net
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.