junho 23, 2021

Ferroviários da CPTM informaram no início da noite desta terça-feira, 11 de maio, que caso a empresa mantenha o calote e se recuse a pagar o Programa de Participação nos Resultados (PPR) 2020, irão entrar em greve na próxima quinta-feira, 13 de maio, por tempo indeterminado.

Nesta quarta-feira, dia 12, haverá uma reunião de conciliação sobre o acordo proposto pelo Ministério Público do Trabalho. A CPTM deve manter sua posição. Em caso de acordo, a greve será cancelada.

José Claudinei Messias, presidente interino do Sindicato da Sorocabana explica a posição da categoria:

“A greve estava marcada para o dia 27 de abril. No entanto, na Audiência de conciliação do TRT – Tribunal Regional do Trabalho, houve intervenção do MPT a fim de promover acordo entre as partes, mas seguimos em estado de greve e aguardamos a manifestação da empresa em relação a acatar ou não a proposta do MPT. Caso a CPTM insista em não pagar o PPR esse ano, vamos parar na quinta-feira, dia 13”.

A primeira parcela do PPR 2020 deveria ter sido paga no dia 31 de março e a segunda tem vencimento em 30 de junho.

Na última reunião entre os representantes dos ferroviárias e a CPTM, em audiência que aconteceu por videoconferência com o TRT-SP, o MPT propôs que a parcela do dia 30 de junho seja mantida e a parcela referente a 31 de março seja paga em janeiro de 2022 com acréscimos devidos.

Os sindicatos que representam os trabalhadores da CPTM acataram a proposta e aguardam o posicionamento da empresa, o que deverá ocorrer nesta terça-feira, dia 12.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Paulistano, empreendedor e pai. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana, transporte público e cinema. É o criador do site Rede Noticiando. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@noticiando.net
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.