dezembro 3, 2020

As escavações nos canteiros de obras da futura Linha 6-Laranja de metrô devem começar somente em 2021.

A Acciona, responsável peloa construção e posteiormente a operação da nova linha metroviária garantiu em um comunicado ao UOL que as obras serão concluídas em 5 anos e que não haverá entrega parcial.

Segundo a empresa espanhola, “A equipe contratada já realiza gradualmente o trabalho de limpeza dos canteiros que estavam abandonados. Em 2021, com o início das escavações, a maior parte das futuras estações estará com alguma atividade.”

Alexandre Baldy, secretário dos Transportes Metropolitanos da gestão Doria afirmou que a zeladoria dos canteiros são de responsabilidade da concessionária:

“Eles [Acciona] estão organizando as equipes para trabalharem nesses locais. Todo trabalho de zeladoria e manutenção dos locais das obras são exclusivamente de responsabilidade da concessionária. No segundo bimestre de 2021, teremos as frentes de trabalhos nos canteiros. Aí teremos as demolições que restam ser feitas e todo trabalho de preservação dos pontos”.

Essa reposta foi dada ao UOL em razão da sujeira acumulada nos canteiros de obras da Linha 6 e em razão da pouca movimentação que existe nos locais.

Tida como a maior obra da América Latina, a Linha 6-Laranja terá 15,3 km de extensão, e vai ligar a região da Brasilândia à estação São Joaquim e ao longo de 15 estações.

Ela terá integração com outras quatro linhas do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). O trajeto, que atualmente tem tempo médio de 1h30 e só pode ser feito por meio de ônibus no transporte público, passará a ser percorrido em apenas 23 minutos quando todo o trecho estiver em operação.

O projeto completo da Linha 6-Laranja inclui as seguintes estações: Brasilândia, Vila Cardoso, Itaberaba, João Paulo I, Freguesia do Ó, Santa Marina, Água Branca, Pompeia, Perdizes, Cardoso de Almeida, Angélica, Pacaembu, Higienópolis-Mackenzie, 14 Bis, Bela Vista e São Joaquim. O trecho ainda facilitará a integração com a linha 1-Azul do Metrô, 4-Amarela da concessionária ViaQuatro e 7-Rubi e 8-Diamante, ambas da CPTM.

Os trens serão fornecidos pela Alstom.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Sou formado em Enfermagem, analista financeiro e de mídias sociais e aspirante em gestão pública. Sou o criador do Rede Noticiando e co-fundador do Mobilidade Porto Alegre. Mobilidade Urbana e transporte público são os meus temas favoritos. A informação é o meu esporte.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.