abril 13, 2021

A CPTM fechou definitivamente a passagem de nível em Francisco Morato, na região metropolitana, nesta segunda-feira, 28 de dezembro. A única opção de passagem para o outro lado da via será a passarela da Prefeitura, mais segura e que funciona 24 horas e é totalmente acessível – com elevadores e escadas rolantes.

A passarela já está em operação e liga dois terminais de ônibus em lados opostos da via férrea.

A passagem de nível foi instalada por conta da estação provisória, que serviu os passageiros durante o período de construção da nova estação – que funciona desde 1 de setembro. Entretanto, ela faz com que os trens tenham que chegar na nova plataforma com uma velocidade menor.

“Com o fim da passagem de nível os trens poderão desenvolver maior velocidade nos dois sentidos, reduzindo o tempo de viagem dos passageiros. Além disso, a passarela oferece mais segurança à população de Francisco Morato, que não precisa atravessar uma via férrea movimentada para chegar ao outro lado”, explica Luiz Argenton, Diretor de Operação e Manutenção da CPTM.

Com o fim da passagem, a velocidade média dos trens, no trecho que fica próximo a estação, passa de 20km para 50km por hora.

O fechamento da passagem em nível consistirá na colocação de uma grade soldada e a retirada da vigilância do local. Desta forma, o pedestre que atravessar o local estará invadindo a via, o que não é permitido pela CPTM, por oferecer riscos à segurança destes indivíduos e dos passageiros e colaboradores da companhia.

Antes mesmo do fechamento definitivo, a população foi orientada pela Prefeitura de Francisco Morato e a alternativa será amplamente mostrada com um trabalho de conscientização.

“De maneira alguma a população será prejudicada com esse fechamento, previsto para acontecer com a inauguração da nova estação. Pelo contrário: a alternativa é mais segura para todos”, completa Argenton.

Tarifa dos ônibus em São Paulo e dos trens do Metrô e da CPTM não terão aumento em 2021

A tarifa dos ônibus gerenciados pela SPTrans na capital e dos trens do Metrô e da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, não serão reajustada em 2021.

A informação foi divulgada uma nota conjunta do governo de São Paulo e da prefeitura da capital no início da noite desta terça-feira, 29 de dezembro.

*Matéria atualizada às 19h30 do dia 29 de dezembro de 2020.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Paulistano, empreendedor e pai. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana, transporte público e cinema. É o criador do site Rede Noticiando. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@noticiando.net
Siga-me:

Posts relacionados

  1. Rivaldo says:

    Bom dia nao vejo melhoras aqui em Francisco morato mas tenho esperaça qui em 2021 seja melhor pra todos nos

  2. Álvaro says:

    Beleza o que estão falando da passarela subterrânea, realmente é necessário, acho que os governantes de Francisco Morato deviam olhar com mais atenção à está questão que os moradores reivindicam com tanta veemência, eu pessoalmente já tive o prazer de ir e vir, e realmente é necessário olhar melhor a solicitação da população, se é para melhorar a cidade que seja feito um ótimo projeto de revitalização no local com uma passarela subterrânea ou aérea, a cidade merece o melhor para um futuro promissor, ok ainda mais eu que vou ser um futuro morador, desta linda e charmósa Cidade.

  3. Leandro says:

    Pelo amor de Deus, quanto chororô. Ainda bem que fecharam essa passagem, pois servia de acesso a várias “biqueiras” “bocas de fumo”, enfim dêem o nome que quiserem. As quais funcionam 24h por dia e consequentemente trazem uma quantidade enorme de usuários de drogas para dentro da via férrea, ocasionando com isso a instalação de uma verdadeira “Cracolândia Moratense”.
    Eis minha opinião acerca dessa mudança. Mas como tudo na vida tem seus dois lados ou duas versões, há a necessidade de analisar o lado da população diretamente envolvida, quais sejam: a comunidade instalada ao lado do local.
    Em uma análise técnica acerca do fato é possível buscar alternativas para a travessia dos populares, pois ao contrário do mencionado pelo colega acima, Marcelo, não se trata de cerceamento de direito de ir e vir, uma vez que foi posto à população a alternativa de travessia pela passarela do terminal, o que inclusive fornece uma segurança bem maior, eis que não se está atravessando uma via férrea com perigo de ser atropelado, aliás, perigo é o que mais tem por lá. Além da questão de acessibilidade, pois há no local tanto elevadores, quanto escadas rolantes para que pessoas com algum tipo de deficiência faça a travessia com segurança.
    Portanto caros amigos, vejo mais vantagens que desvantagens.

    • Ótimas palavras, pena que alguns não compreenda tão bem assim. Afinal preferem perder suas vidas entre trens e “boca de fumo”.

    • Marcelo says:

      Prezado, “chororô” seria se estivéssemos hipersensíveis a palavras. O caso pra quem não tem conhecimento assim como o Leandro é o seguinte. Não existe uma maneira de pessoas idosas e deficientes acessarem a tal travessia segura portanto sim essas pessoas tiveram seu direito tolido. Se não conhece o lugar não fale merda pois certamente nunca entrou no local em questão assim como os autores de diversos comentários preconceituosos a respeito. Segurança publica se resolve de outra maneira se não poderiamos impedir as pessoas de andarem nas ruas fazendo assim os assaltos serem extintos.

  4. Anônimo says:

    E pra ajudar nois moradores de morato esses covenantes só atrapalha nosaa vida .. só promessa e cada vês mais só atrapalha a população de morato e nunca e pra ajunda … Fica ótimo uma passarela na vila 3 pra nois moradores de moratos …

    • Anônimo says:

      Na verdade a população,só sabem reclamar não estar bom.Muda de cidade ou de País.Tudo sobre para o governo.

  5. Marcelo says:

    Quem usa a passagem não tem apenas a estação como destino mas sim mercados, segurança pública e socorro emergêncial. Não ha possibilidade de uma ambulância chegar ate a passagem em questão, senhoras de 80 anos e deficientes não conseguem sair de sua comunidade se não por essa ÚNICA passagem. Então deixo aqui a pergunta bom para quem ? Fazer as viagens mais rápidas é dever da CPTM mas sem tolir o direito de ir e vir de MILHARES de pessoas.

  6. Cristiano says:

    Realmente vai ajudar a população kkk,,quem antes com a passagem em funcionamento gastava 10 minutos até o centro ou estação agora com o fechamento terá que se deslocar por um trecho muito maior e até na verdade ser obrigado a usar ônibus por conta da distância kkk,, realmente muito bom para a população ,,seria realmente bom se fosse feito uma passarela no local seja ela suspensa ou de chão como em outras localidades com cancela automática mas KKK ,,,como o engenheiro disse kkk será melhor para a população ,,pena que ele não ande pela cidade né ‍♂️

    • Anônimo says:

      O povo só se ferra .nas desses pilantras.na verdade próximo ao local era para ter no mínimo uma passarela.cade o viaduto que era para construir próximo ao local entraprefeito sai prefeito só promete.e cidade.amarrada .com só um viaduto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.