Mercado de venda pela internet vem crescendo ao longo do tempo e pode apresentar vantagens para os revendedores de moda íntima

O mundo está cada vez mais digital e o número de pessoas que usam a internet para comprar produtos vem crescendo significativamente. O faturamento do e-commerce, incluindo a compra e a venda de produtos, cresceu 41% em 2020, atingindo a marca de mais de 194 milhões de pedidos feitos por consumidores brasileiros no ano, conforme o relatório Webshoppers da Ebit/Nielsen e do Bexs Banco. Lojas virtuais tornaram tendências na atualidade, incluindo no setor de moda íntima. 

Além de ter sido uma aliada durante o período de isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus, a venda on-line tornou-se também uma opção mais vantajosa para muitos revendedores. No entanto, para quem compra lingerie no atacado, se inserir no meio digital e abrir uma loja na internet pode não ser uma tarefa tão fácil, principalmente para quem deseja se destacar diante da concorrência. 

Por onde começar? 

O mercado de lingerie apresenta boa receptividade entre as mulheres por ser composto de itens indispensáveis para o dia a dia. Esse fator já auxilia muitos revendedores do setor que desejam aderir à vendas na internet.

Entretanto, a ampla concorrência no mercado e a falta de conhecimento de negócios para o meio virtual podem dificultar a divulgação da marca e afetar, por sua vez, o número de vendas. É importante apostar em práticas específicas, criar um relacionamento duradouro com os clientes e inovar sempre que possível.

Invista em uma plataforma de e-commerce

Uma plataforma de e-commerce é um recurso que irá permitir o gerenciamento e a visualização de uma loja na internet. Por meio dela, é possível criar o comércio digital, atualizar o estoque de produtos, ajustar nos preços, entre outras ações. 

Para começar a trabalhar com venda na internet, antes de mais nada, é necessário escolher uma boa plataforma para que os clientes consigam visualizar as informações da loja de revenda de moda íntima e escolher quais produtos irão comprar. 

Pense na identidade da marca 

O nome e a identidade visual da marca são fatores capazes de gerar identificação com os clientes e, assim, aumentar o potencial de vendas. A orientação é pensar em um nome de fácil compreensão e que se comunique com o estilo de produtos que a loja fornece. 

Além disso, a identidade visual também deve estar presente na plataforma de e-commerce. Aposte em layouts simples e de fácil acesso, para que o cliente consiga identificar todas as informações necessárias e entender a proposta da loja.

Esteja nas redes sociais

As redes sociais ocupam a maior parte dos acessos na internet, sendo assim, com os aspectos técnicos da loja virtual acertados, é importante criar contas no Instagram, no Facebook e no WhatsApp, por exemplo. Elas podem servir de vitrine para os produtos da marca e ainda ser canais de comunicação com os clientes.

O Instagram e o Facebook são redes sociais onde é possível apresentar os produtos, compartilhar as atualizações do estoque, novas promoções da loja e investir em outros conteúdos relevantes para o público. É importante definir a periodicidade das publicações e atualizar os perfis sempre que possível.

Já o WhatsApp é uma plataforma que possibilita o contato direto com os consumidores da revenda de lingerie. É possível tirar as principais dúvidas sobre os produtos, checar informações sobre o pedido e ainda criar um relacionamento com os clientes.  

Defina as formas de pagamento

A forma de pagamento é um dos fatores que mais influenciam na compra. Ao escolher trabalhar com a venda de lingeries na internet, é preciso estar atento às escolhas dos clientes. Enquanto alguns preferem pagar no boleto à vista, outros usam o cartão no débito ou crédito. O ideal é investir em diferentes opções de pagamentos, assim, será possível agradar a maioria dos consumidores. 

Invista em marketing digital

Conhecer marketing digital pode ser um fator importante para sair na frente dos concorrentes. As estratégias incluem metodologias, técnicas e ferramentas capazes de aumentar a interação com os consumidores. Entre elas, é possível investir em anúncios nos buscadores e nas redes sociais,  aprender mais sobre SEO, desenvolver um hotsite, e-mail marketing e etc.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.