A pandemia causada pelo novo coronavírus não freou o número de acidentes de trânsito no estado de São Paulo. Pelo contrário, subiu 4% em janeiro deste ano, ao ser comparado com janeiro de 2020. 

Naquele período, quando os brasileiros ainda não estavam em quarentena, foram registrados 13.675 acidentes de trânsito na maior capital do país, de acordo com o Sistema de Informações de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP). Já em janeiro de 2021, o número aumentou 4% e saltou para 14.225 acidentes no mês. 

Por outro lado, o número de vítimas foi menor. Em janeiro de 2020, os acidentes foram responsáveis por 337 mortes no estado, enquanto em 2021, o registro ficou em 359 mortes. 

Saiba agora como está o comportamento dos brasileiros no trânsito em alguns lugares do país. 

Motociclistas ainda sofrem no trânsito

De acordo com um relatório divulgado pelo Instituto Sou da Paz, 42% das vítimas mortas no trânsito eram motociclistas. O estudo analisou o comportamento dos brasileiros entre 24 de março, início da quarentena no estado e 30 de junho. 

Segundo o levantamento, tivemos um cenário que não era tão comum na cidade. Isso porque, os pedestres sempre ficaram no topo da lista de vítimas fatais. No entanto, o relatório identificou que eles representam 32% dos dados, enquanto o número de ocupantes de veículos foi de 19%. 

Paraná 

A quantidade de acidentes de trânsito foi menor no Paraná, ao fazermos uma comparação entre 2019 e 2020. No entanto, o número de vítimas fatais não sofreu alterações, conforme os dados divulgados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e o Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest).

O número de acidentes teve uma redução de 34% e de 37% na quantidade de feridos. Porém, a redução de mortes foi de apenas 2,7%. 

Comportamento do consumidor precisa melhorar

Infelizmente, grande parte dos especialistas admitem que o comportamento dos brasileiros é um dos principais motivos pelos quais ocorrem os acidentes e mortes no trânsito. 

De acordo com um levantamento do Datasus, quase 30 mil pessoas são vítimas fatais em acidentes de trânsito no Brasil. Para se ter uma ideia, somente no Paraná, são registradas mais de duas mil vítimas anualmente. 

Celular é vilão no Distrito Federal 

Segundo o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), o uso do aparelho móvel no trânsito está entre os três principais motivos pelos quais os motoristas sofrem acidente na capital federal. Por lá, foram flagrados 41.286 motoristas utilizando o celular no trânsito. 

Além do uso do celular, o consumo de álcool e o excesso de velocidade também estão entre as principais causas de acidente entre os motoristas. 

Ao dirigir um veículo, nunca é demais lembrar o quanto é importante ter um cuidado especial com a direção defensiva. Não basta evitar apenas o consumo de álcool ou ignorar o uso do celular.

Um bom condutor é aquele que faz manutenção frequente no automóvel, utiliza o cinto de segurança corretamente, redobra os cuidados quando a criança está no veículo, verifica sempre os freios, entre outros. A orientação não vale só para automóveis novos, mas também para carros seminovos

Em um primeiro momento, essas dicas podem ser óbvias, mas muitos motoristas insistem em ignorá-las, e os números que foram apresentados acima justificam o quanto é importante destacá-las a todo o momento. Lembre-se: ao dirigir no trânsito, você não coloca somente a sua saúde em risco, mas também de outras pessoas na pista.  

Após descobrir como está o comportamento dos brasileiros, siga-nos nas redes sociais e conheça outras orientações importantes para o trânsito.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.