As obras dos trechos 2 e 3 da Linha 17-Ouro do monotrilho, poderão ser realizadas pela CCR, por meio da concessionária ViaMobilidade. Na terça-feira, da 30 de março de 2021, o governo de São Paulo e a CCR formalizaram um aditivo para que a concessionária possa realizar investimentos com recursos próprios em obras de expansão das linhas 5-Lilás e 17-Ouro.

No caso da Linha 5-Lilás, a CCR ficará responsável pela construção de um trecho de 4,3 km e duas estações, prolongando o ramal do Capão Redondo ao Jardim Ângela, no extremo sul da capital paulista.

Já na Linha 17-Ouro, atualmente o governo de São Paulo por meio do Metrô, realiza obras do “trecho prioritário”, entre a Estação Morumbi e o Aeroporto de Congonhas e Jardim Aeroporto. A CCR poderá tocar as obras de construção dos outros dois trechos previstos, sendo um deles entre Morumbi e a estação São Paulo-Morumbi (com conexão com a Linha 4-Amarela), passando por Paraisópolis e na outra ponta, entre Jardim Aeroporto e a Estação Jabaquara (com conexão com a linha 1-Azul).

As obras de expansão da Linha 17 é de suma importância, haja visto que o “trecho prioritário” demonstra ser pouco atrativo, com cerca de 7,7 km de extensão, com demanda prevista de 170 mil passageiros, bem abaixo do que as linhas metroferroviárias transportam, chegando a ser comparada com um “corredor de ônibus”.

Todos os detalhes devem ser divulgados no futuro, quando os termos entre o Poder Concedente e a concessionária forem definidos.

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Igor Roberto

Paulistano, empreendedor e pai. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana, transporte público e cinema. É o criador do site Rede Noticiando. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@noticiando.net
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.