abril 16, 2021

Quem já está acostumado com a loucura da capital nem percebe que se locomover em São Paulo pode ser um verdadeiro desafio. Especialmente nos horários de pico, as filas estão por todos os lados e os moradores já estão acostumados a gastar horas por dia no trânsito. Mas você já parou para pensar qual o melhor meio de transporte para você?

Seja de ônibus, metrô, moto, carro ou bicicleta, existem vantagens e desvantagens que podem facilitar – ou mesmo dificultar – a vida de quem utiliza. Quer conhecer mais sobre os meios de transporte para decidir qual deles é o melhor para sua rotina? Confira:

  • Ônibus: Com mais de 15 mil ônibus em sua frota, esse meio de transporte é um dos mais utilizados na capital. Seu horário é bastante flexível, funcionando direto das 4 da madrugada até meia noite. Existem muitas linhas e por ter uma grande frota há muitos horários disponíveis, sem precisar aguardar muito tempo. Outra vantagem, é que existem corredores específicos para ônibus, assim algumas linhas não ficam presas no congestionamento de carros. Porém, o maior desafio desse meio de transporte é a lotação. Pesquisas revelam que uma em cada seis linhas está superlotada. Atualmente a tarifa custa R$ 4,40 e ainda não há valor definido para 2021.
  • Metrô + trem: Somando as linhas de metrô e trem, em SP são 13 linhas disponíveis em mais de 374 quilômetros de extensão. A grande vantagem do metrô é a rápida locomoção, já que não fica preso em filas. Além disso, esse é um meio de transporte menos poluente e reduz o número de carros nas ruas. O metrô também é uma opção bem econômica. Um fato interessante é que você pode investir no Bilhete Único. Ele pode ser utilizado nos ônibus, micro-ônibus, metrô e trem. Ainda, você pode mesclar metrô e bicicleta e pode levar sua bike no vagão, seguindo algumas regras. Portanto, nos horários de pico, a disputa por um espaço no vagão pode ser bem acirrada.  
  • Carro e moto: A grande vantagem desses dois meios de transporte é a liberdade de locomoção. Você pega seu veículo e sai para onde desejar na hora em que precisar. Além do mais, não precisa enfrentar transportes lotados. Mas, de qualquer forma, fica difícil evitar o trânsito intenso da capital. O carro, especificamente, é o meio de transporte que passa mais tempo em filas. Já a moto, oferece mais liberdade, porém, o risco de se machucar em acidentes também é maior. Caso essa seja sua escolha, é imprescindível fazer uso de um capacete para moto. Esse é o principal item de segurança para motociclistas e é um acessório obrigatório. Ainda, quem tem veículo próprio precisa se preocupar com dois outros pontos para colocar na balança se vale a pena: manutenção anual e local para estacionamento.

Com essa análise você consegue decidir qual meio de transporte mais encaixa ao seu estilo de vida. Pense em todos os aspectos do seu dia e considere o custo-benefício. Quando você não precisa dirigir, por exemplo, ainda pode aproveitar o tempo em trânsito para ler, resolver algumas coisas do trabalho e até mesmo estudar. Muitas pessoas usam o transporte público no dia a dia para trabalhar e acabando tendo um veículo próprio para aproveitar os momentos de folga. 

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.