Todo empreendedor tem o desejo de crescer em algum momento, buscando gerar mais lucro e mantendo destaque de sua marca no mercado. O processo de compra e venda de empresas é um dos caminhos dentro desse processo. Adquirir uma companhia que agrega valor ao negócio atual pode ser uma ótima estratégia para expandir o negócio.

Antes de pensar em como fazer seu negócio crescer para lucrar mais, é preciso primeiramente compreender se é o momento certo de expandi-lo. Isso deve ser analisado através de um planejamento que englobe análise da situação financeira e contábil da companhia.

A partir desse controle financeiro você consegue visualizar a margem de lucro de sua empresa, entendendo se ela está precisando captar novos recursos ou fazer alguma mudança estratégica ou de gestão.

O momento certo de expandir

Para saber se é o momento ideal para investir na expansão do seu negócio, responda antes às seguintes perguntas:

  • O meu negócio é estável?
  • Eu atingi o potencial máximo de lucro?
  • Minha empresa está atendendo às necessidades dos clientes atuais?
  • Minha carteira de clientes já está diversificada dentro do possível para meu modelo atual? 
  • Meu mix de produtos já alcançou o máximo que poderia diante da estrutura vigente?
  • O setor no qual atuo está em crescimento?
  • Os meus concorrentes estão lucrando mais do que eu?

Se a casa já estiver arrumada e sua empresa já estiver lucrando o suficiente dentro do atual potencial, oferecendo seu máximo para os clientes, trace estratégias que se encaixem no seu modelo de negócio visando uma expansão. 

Veja 6 estratégias de expansão que podem ser aplicadas no seu negócio:

  1. Abertura de novas unidades

A abertura de uma nova unidade permite ao empresário levar sua marca para outros pontos de venda. Mas essa opção requer um investimento em infraestrutura, equipe, além de exigir uma concentração maior tempo do dono do negócio, que passa a ter que monitorar mais de uma unidade de seu negócio.

Outra opção na mesma linha é trabalhar com franquias. Esse pode ser um caminho um pouco menos oneroso, já que quem investe na marca é o franqueado, mas é válido para empresas que já estão bem estruturadas e conhecidas no mercado. 

  1. Ampliar mix de produtos

Se a sua oferta de produtos ainda estiver limitada e o empreendimento tiver outros potenciais a serem desenvolvidos, vale a pena refletir sobre a possibilidade de ampliar esse mix, oferecendo novas linhas ou diversificando os serviços disponíveis pela sua empresa. Faça um mapeamento de quais produtos são os ideais para o seu público atual, tendo potencial também de atingir novos clientes, por meio de uma pesquisa de mercado dentro do próprio negócio. Assim, a oferta desses novos produtos não ameaça a identidade de sua marca, apenas agregando valor e potencializando o crescimento do empreendimento.

  1. Licenciamento

No caso da sua companhia já estar bem estruturada em termos de produtos, com uma boa variedade, uma forma de expandir pode ser através do licenciamento da marca. Isso permite que o seu produto seja fabricado por outras empresas, isentando o empreendedor dos cursos e ainda gerando lucro através de royalties da marca. 

  1. Novos canais de venda

Ampliar os canais de venda é sempre uma ótima opção, principalmente se o seu negócio ainda for muito tradicional. A expansão para canais digitais já é uma realidade e todo empreendedor deve, de alguma forma, se adaptar a esse modelo. Investir no e-commerce pode ser uma forma prática e rápida de expandir o seu negócio, atingindo consumidores de diferentes localidades e tornando sua marca ainda mais conhecida. 

  1. Comprar um concorrente 

Buscar uma empresa no mercado é outra estratégia para expandir seu negócio. Pode ser que você encontre empresários dispostos a alinharem seus negócios por estarem precisando levantar recursos ou até pela necessidade de se concentrar em outros projetos. A compra de uma empresa concorrente pode ocorrer por meio de uma fusão ou aquisição, sempre levando em conta a sinergia entre ambos os negócios. Nesse caso, é preciso fazer um estudo de mercado preliminar para saber quais companhias estão disponíveis para venda e se o valor é razoável dentro do seu planejamento.

  1. Vender (parcialmente) a empresa

A venda do seu negócio com o objetivo de levantar capital e transferir a gestão também pode ser uma opção. Esse caminho pode ser escolhido pelo empresário que acredita já ter investido o suficiente na sua marca e que chegou a hora de passar a bola para outra empresa do mercado que tem mais condições de mantê-la em bom funcionamento. O valor arrecadado com a venda pode, inclusive, ser utilizado para novos projetos. Mas se você tem interesse em se manter na empresa, dividindo as tarefas, é possível vender apenas uma participação. Isso deve agregar para que se tenha a visão de um sócio que auxilie com novas ideias e estratégias de crescimento.

O processo de compra e venda de empresas exige estudos que impactam diretamente o desempenho futuro de seu empreendimento. Para quem busca crescimento, essa opção acaba abrindo um leque de possibilidade de expansão, permitindo acesso a novos clientes já estabelecidos, reduzindo custos e ampliando o alcance da marca. Se sua opção for pela aquisição de uma companhia, ou pela venda da sua própria empresa, conte com uma assessoria especializada em fusões e aquisições, como a Capital Invest, que oferece consultoria especializada em M&A, auxiliando empreendedores a prepararem suas empresas para compra ou venda, diminuindo seus riscos.

Fonte: Capital Invest – assessoria especializada em fusões e aquisições.

*Colaboração especial de Aline Matos para o Rede Noticiando

Linkedin: Aline Matos | Twitter: @alinematos_jo

Siga o Rede Noticiando

Nos acompanhe em nossas redes sociais e tenha acesso a todo nosso conteúdo.

Quer receber nossas matérias em primeira mão? Assine nosso canal no Telegram.

A serviço da informação!

Redação Noticiando

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.