Na manhã deste domingo, dia 27 de maio, a São Paulo Transportes (SPTrans) informou que todas as empresas de ônibus colocaram veículos nas ruas no início das operações. O índice de frota depende de cada empresa, porém, em média, na faixa das 6h às 8h estavam em circulação 60% dos ônibus que seriam normalmente escalados aos domingos habituais.

O mínimo permitido pela Prefeitura de São Paulo hoje é de 50% em relação às tabelas da gerenciadora dos transportes na capital.

De acordo com a SPTrans, na tarde de ontem, dia 26 de maio, foram comprados 580 mil litros de diesel para os ônibus. Entre a noite de sexta-feira e a manhã de sábado, a prefeitura havia comprado 550 mil litros de diesel, além dos 240 mil obtidos na sexta-feira.

O prefeito Bruno Covas disse em coletiva ontem, após reunião do Comitê de Crise da Prefeitura de São Paulo que a estimativa é que o combustível dure até esta segunda-feira, dia 28 de maio, onde devem ir às ruas entre 60% e 80% da frota escalada.

Na manhã deste domingo, o Comitê de Gestão de crise da Prefeitura de São Paulo irá se reunir para avaliar a situação e definir mais medidas, inclusive sobre o rodízio municipal de veículos nesta segunda-feira.

Igor Roberto

Profissional e estudante de enfermagem, pesquisador, analista financeiro e de mídias sociais. A informação é o meu esporte!
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.