A gerência de recursos e infraestrutura da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) informou na noite desta terça-feira, 29 de maio, que em virtude da greve dos caminhoneiros, que afeta principalmente o setor de abastecimento de combustível, alguns serviços prestados, como por exemplo o transporte de empregados, frota alocada entre outros, poderão sofrer descontinuidade temporária.

A Gerência relatou que está verificando junto aos prestadores de serviços, a situação e verificando formas alternativas para minimizar o impacto nos serviços prestados.

Os funcionários foram orientados a colaborar no sentindo de que as solicitações de serviços de transporte sejam realizadas somente nos casos de extrema urgência e ou necessidade, até a regularização dos serviços.

Igor Roberto

Profissional e estudante de enfermagem, pesquisador, analista financeiro e de mídias sociais. A informação é o meu esporte!
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.