Com objetivo de ampliar a cobertura da vacina de febre amarela, a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo prorrogou a data de encerramento da campanha de vacinação até o dia 30 de junho. Foram vacinadas 6,5 milhões de pessoas na capital paulista, desde setembro de 2017, o que representa 56,1% da população. A meta é atingir 95% dos moradores.

A Secretaria Municipal da Saúde explica que a queda na procura pela vacina, principal ferramenta para se proteger contra a febre amarela, influenciou na decisão de estender até o dia 30 de junho a campanha em todos os postos de saúde da capital paulista.

A campanha contra a febre amarela começou em setembro de 2017 na Zona Norte e foi ampliada, gradativamente, priorizando as áreas de maior vulnerabilidade. Desde março deste ano, a medida cautelar foi estendida para todos os 96 distritos da capital paulista.

A vacina está disponível em todas as unidades de saúde da cidade e, para receber a dose, é preciso levar documento de identificação e, se possível, carteira de vacinação e cartão do SUS (Sistema Único de Saúde). Para saber qual a Unidade Básica de Saúde de referência mais perto de seu endereço, basta consultar o sistema do Busca Saúde.

É importante lembrar que a vacina contra a febre amarela não é indicada para:

– Crianças menores de 9 meses de idade
– Gestantes
– Mulheres amamentando
– Crianças com até 6 meses e pacientes com imunodepressão de qualquer natureza, como neoplasia (câncer)
– HIV
– Tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores)
– Pessoas submetidas a transplante de órgãos

Em caso de dúvida, é importante consultar a equipe de saúde da Unidade Básica de Saúde ou seu médico, antes de se vacinar.

Redação

Equipe responsável pela produção de conteúdo do site Rede Noticiando.
Siga-me:

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.